Viagens – Mendoza e Santiago

A nossa viagem para Mendoza, surgiu muito por acaso. Minha amiga Dani e o marido dela Drigo, falaram muito bem de lá, e aquilo ficou no nosso HD mental. Como sou exagerada, estava programando uma viagem de 30 dias pelo Brasil, mas o meu marido resolveu me fazer cair na real e eu percebi o quanto desgastante a viagem em 30 dias no Brasil poderia ser.

Pesquisando os pontos que estavam sobrando no cartão ele perguntou: – E Mendoza? Respondi meio desinteressada – Ahh, Pode ser?!

Quando pesquisamos os pontos necessários e que seria possível pagar a passagem por trecho incluindo assim alguns dias em Santiago, resolvemos ir a fundo nisso.

O Roteiro:

Dia 1: SP – Mendoza

Dia 2: Mendoza

Dia 3: Mendoza

Dia 4: Mendoza – Santiago

Dia 5: Santiago

Dia 6: Santiago

Dia 7: Santiago-SP

Dicas:

Free WineMap: Mapa com a rota das vinículas e suas rotas em Mendoza

Wine Republic: Revista Mensal com informações e dicas culturais da região. Tem nome e endereço das viniculas por região.

A passagem

Fomos de TAM, conseguimos executiva por trecho.

Um saindo de SP -> Buenos Aires -> Mendoza. Trecho bem cansativo. O trecho de voo em si, é pequeno. O voo parte as 11:00h de São Paulo, chega as 14:30 em Buenos Aires. As 18:00 tem um voo para Mendoza. O problema é que pra chegar até o Aeroporto hoje em dia, você tem que sair horas e horas antes. E com a quantidade de Brasileiros indo pra Mendoza, não entendo pq ainda não fazem um voo direto. O aeroparque em BA não oferece nenhum espaço para descanso, tentamos almoçar no centro de BA, mas o transito quase fez a gente perder o voo.

A volta foi por Santiago, tudo tranquilo, sala VIP da TAM, o aeroporto muito bem equipado. Sem problemas.

Alugar ou não um carro em Mendoza?

Chegamos em Mendoza as 20:00 e pouco, alugamos um carro com a Sitx, com retirada no Aeroporto, então quando chegamos já estavam esperando por nós. Quanto a decisão de alugar ou não um carro em Mendoza, depende muito do seu tipo de viagem. Nós gostamos muito de fazer as coisas por nós mesmos e por mais que você chame um Remisses, a idéia de liberdade fica comprometida com um estranho o tempo todo com você.

Alugamos um GPS, pois a nossa ideia era fazer tanto a visita nas viniculas como o passeio até a divisa da fronteira de carro.

Ao contrário do que lemos nos demais blogs, a sinalização para as viniculas é excelente, com um mapa, GPS e orientações, você consegue visitar as vinculas por conta própria. Peça dica de como chegar na vinicula , tem um mapa chamado Free Winemap, que orienta todos os caminhos das principais viniculas de Mendoza, Lujan de Cuyo e Valle do Uco. Viagem com antecedência  do horário agendado, para caso de se perder e boa!

Mas e quanto a bebida e direção? Nós realmente não sentimos essa dificuldade, até porque o meu espírito de beber um bom vinho é em uma boa mesa e sem pressa, e não em degustações no meio de um monte de gente. Agende poucas viniculas, beba e aguarde estar se sentindo bem para partir.  Se você quer encher a taça nas viniculas, chame um Remisse pq o seu perfil é outro.

Mendoza

Mendoza é uma cidade plana, fácil de andar e bem sinalizada e organizada. Não tivemos nenhum problema dirigindo na cidade. Eu realmente acho ela uma pequena Buenos Aires dos anos de glória, porque infelizmente Buenos Aires de hoje não se compara com a de 12 anos atrás.

Escolhemos ficar hospedados no Modigliani Suites, queríamos fugir um pouco de Hotel e este Apart Hotel parecia excelente. Gastón nos recepcionou tão bem, que ficamos encantados com o profissionalismo e simpatia do povo Mendocino.

O Apartamento é ótimo, com um quarto, pequena cozinha, banheiro e varanda, tinha espaço de sobra e localização perfeita para jantares acompanhando com vinhos.

Quarto

Quarto

Vista do Loft

Vista do Loft

 

 

 

 

 

O Apartamento não tem garagem e não pode estacionar na rua, então procuramos por garagem na rua atrás do Apto. Estacionamos no Playa de Martin, Rua Aristides Villanueva, 342. $120,00 pesos por 2 dias, podemos retirar o carro a qualquer momento e era 24 horas.

Fizemos a reserva direto pelo site:

http://mendoza-modiglianisuites.com/check_availability_hotel6.asp?hid=9829

Segue também classificação no Trip Advisor

http://www.tripadvisor.com.br/Hotel_Review-g312781-d1146273-Reviews-Modigliani_Art_Design_Suites_Mendoza-Mendoza_Province_of_Mendoza_Cuyo.html

Primeira Noite em Mendoza

Mesmo chegando tarde e arrumando as coisas, decidimos sair para jantar. O movimento na cidade, mesmo durante a noite é intenso. Em Mendoza eles praticam a famosa “siesta” então das 15:00 às 18:00 você não encontra nada aberto, mas isso é ótimo porque a noite sempre tem movimento e pessoas na rua.

Fomos jantar no recomendado Estancia La Florencia, o restaurante estava cheio e a cozinha tem uma porta de vidro, no qual você pode ver inúmeras parrillhas e as carnes argentinas sendo preparadas na hora.

O restaurante é mediano, atendimento demoradíssimo, eu pedi massa, um Fiderele de Ricota e me arrependi. Meu marido pediu um bife de chorizo que estava maravilhoso.

La descemos a primeira garrafa de vinho: Luigi Bosca Reserva, esse eu já achei ótimo, mal sabia o que me esperava depois…

Primeiro Dia em Mendoza

A minha primeira manhã em Mendoza foi corrida, após acordar lembrando do vinho, porque até o momento não tinha me acostumado com essa rotina de uma ou duas garrafas. Tínhamos que ser bem sincronizados para fazer o passeio até a divisa com o Chile.

Decidimos ir até o Carrefour e fazer uma compra básica, itens de café da manhã. Como sabíamos que o passeio iria durar o dia todos, compramos também uns pães, salada e frios para fazer um sanduíche. E realmente foi o que nos salvou durante o dia.

Ruta 7

Após café tomado, e lanches embalados, seguimos viagem pela Rota 7.

Existem várias agencias de turismo que oferecem o tour que fizemos de carro. O Chamado Circuito Alta Montaña.  Primeiro meu marido anotou as cidades durante o percurso. Aí no GPS foi muito simples,adicionamos esses destinos e curtimos o caminho maravilhoso em uma das estradas mais bonitas que já percorri. Como o caminho é todo pela Ruta 7 você não precisa se preocupar muito em errar o caminho. Somente quando chegar em Uspallata, se certifique que o próximo caminho é Polvaredas.

Potrerillos

Uspallata

Polvaredas

Punta de Vacas

Los Penitentes

Las Cuevas

O caminho é extenso, são 204 km até chegar em Las Cuevas e se você parar 1h30 para visitar o Aconguaga, 1 hora para subir a estrada das 365 curvas e almoço, reserve o dia inteiro para fazer esse passeio.

Saindo de Mendoza

Saindo de Mendoza

Sempre com a cordilheira acompanhando o percurso

Sempre com a cordilheira acompanhando o percurso

 

 

 

 

 

 

 

Durante o caminho você passa por pontes como estas

Lago Ruta 7

Lago Ruta 7

Pontes Rota 7

Pontes Rota 7

 

 

 

 

 

 

 

Em Uspallata tem um posto de gasolina da YPF bem equipado para os padrões argentinos, o único que eu vi, e uma central de informações.

No caminho você encontrará algumas placas informando o trajeto

As vezes voce encontra placas indicando o caminhoCentral de Informaçoes em Uspallata

Continuando no percurso, o próximo destino é o Parque do Aconguaga

Parque Acongagua

Parque Acongagua

Trilha Mirante Parque aconguaga

Trilha Mirante Parque Aconguaga

Leve uma jaqueta corta vento e protetor labial, aqui é bem algo e mesmo em Abril estava frio. Para certificar-se que o parque estará funcionando acesse o site

http://www.aconcagua.mendoza.gov.ar/

Parque Aconguaga

Parque Aconguaga

A trilha é muito bonita e de fácil acesso

A trilha é muito bonita e de fácil acesso

 

 

 

 

 

 

 

O passeio para personas normales, ou seja, com um pouco de condicionamento é o circuito Laguna de Horcones, são 2km de caminhada fail.

Continuando o caminho a próxima parada interessante é a estação de esqui Los Penitentes,  que nessa época parecia uma estação abandonada. Ainda bem que levamos o lanche pois nem o restaurante estava aberto.

Seguindo acima, acima mesmo pq cada vez que avançamos ficava mais frio e a altitude subia. Chegando em Las Cuevas pegamos sentido ao Cristo Redentor, peraí, você não foi transportado para um relato de viagem do Rio de Janeiro, parece que no final das 365 cuevas tem um Cristo Redentor lá.

O povoado praticamente abandonado, acho que aqui so funciona no inverno

O povoado praticamente abandonado, acho que aqui só funciona no inverno

Muito bonita a estrada

Muito bonita a estrada. Se você não quiser arriscar seu carro ou testar suas habilidades como motorista, no portal de acesso a Las Cuevas tem uma Van que sobe a cada 20 minutos.

 

Quando percorremos o caminho ao longo da Ruta 7 sempre temos a cordilheira ao nosso lado. O legal de subir as 365 Cuevas é que ao longo do percurso vc não tem mais a cordilheira ao seu lado e sim em cima e no meio, você cruza ela totalmente.

Mesmo em Abril, a temperatura cai muito e tem neve alongo do percurso. Suba bem devagar e respeita as placas de preferência.

Las Cuevas - Gelo em Abril

Las Cuevas – Gelo em Abril

A temperatura não parava de cair

A temperatura não parava de cair

 

 

 

 

 

 

 

E não é que tem um Cristo lá em cima mesmo, coitado só passando frio, o do Rio tá bem melhor localizado.

Cristo Redentor

Cristo Redentor

Las Cuevas - Topo

 

 

 

 

 

 

Ficar lá é praticamente insuportável para os meus padrões latino caliente, lanchamos rapidinho vendo a paisagem maravilhosa e sem jogar um lixinho no lugar, voltamos para Las Cuevas.

Na volta paramos na Puente dos Incas, que dos Incas não tem nada, mas é bonita. Tem uma feira lá perto, mas só compensa se vc nunca foi a um pais dos Hermanos, as feiras do Chile e Peru são bem melhores.

Puente dos Incas

Na volta ainda conseguimos descansar e agendar uma reserva para o Restaurante Azafran

Segue o link

http://www.azafranresto.com/home.html

A indicacao foi do Trip Advisor, tento usar as indicacoes do Trip com cuidade, ja tive boas e ruins experiencia. Como nossa visita em Mendoza foi por apenas alguns tinhas a escolha tinha que ser pontual, e foi. O Restaurante é impecável, comida boa, vinhos bons e foi lá que tivemos a nossa iniciação dos bons vinhos argentinos.

Dica – faca reserva!

Foi difícil sair de lá, mas a melhor sensação foi voltar fazendo uma caminha básica

Fotos das comidinhas!!

Azafran - Mendoza

Azafran – Mendoza

Segundo dia em Mendoza

Acordar com aquela sensação de relax total é fácil em Mendoza, fica ate difícil organizar idas em Bodegas depois de uma ótima noite com vinhos e boa comida. Tinha programado a ida a Bodega Ruca Malen com almoço, mas desistimos pois não queríamos sair da Argentina sem comer uma comida simples como uma boa empanada e um pollo.

Decidimos então, visitar a Bodega Catena Zapata, estava desconfiada da visita porque o pessoal de Mendoza não indicou a ida a Catena, mas a visita nos agradou muito. O atendimento foi super simpático, guiada em Português super descontraído. Já visitamos bodegas na Europa e realmente não acho muito proveitoso a visita a bodega, acho melhor beber bons vinhos em uma boa mesa. A ida em uma Bodega vale a pena muito pelo visual, as plantações são um charme.

Vista - Bodega Catena Zapata

Vista – Bodega Catena Zapata

Sempre visite os supermercados

Quando saímos da Catena tivemos a nítida impressão que os vinhos de Mendoza são produzidos para os Argentinos , e onde os Argentinos compram vinho: no supermercado claro! Por isso não perdemos tempo e paramos em um Carrefour e encontramos vários rótulos com excelentes preços.

Supermercado - Mendoza

Supermercado – Mendoza

Supermercado mendoza

O que eu mais gostei da visita ao supermercado, é que agora sei que muitos vinhos bons argentinos são também comercializados em supermercado no Brasil, então mesmo quando estou com pressa e não consegui comprar bons vinhos em lojas online, consigo escolher um vinho bom em um supermercado brasileiro.

Tiramos o resto do dia para almoçar na praça central de Mendoza, comer uma boa torta na loja da Havanna e passear pela cidade. No final da tarde fizemos uma parada no Wines of Mendoza, la vale a pena fazer uma degustação pois podemos provar vários rótulos e comprar uma boa variedade com a oportunidade de provar antes. O saldo, 8 garrafitas de vinho, embalado pra viagem. A Winery também e uma ótima loja, compramos 6 vinhos lá com 40% de desconto para pagamento em Reais em compras efetuadas após as 18hs.

Lista de Vinhos

Zorzal

Nieto Senetiner

Catena

Gimenez Rilli

Animale

Pra mim vinho bom, e aquele que não esta estragado, kkkk. Como não tenho muita frescura, comprei uma variedade deles, pra provar mesmo.

Saldo da nossa visita em Mendoza – Quero voltar pra comprar vinhos!!!

Saindo de Mendoza para Santiago

Depois de um dia maravilhoso e com boas compras, pense em uma manha de stress. Deu tudo errado e certo nessa ida de Mendoza a Santiago.

Com as malas prontas e muitas garrafas de vinho a tira colo, acordamos as 05h:30m para pegarmos o onibus as 06h:30m. Tudo certo, taxis OK , chegamos na rodoviária.

A hora foi passando, passando e nada do ônibus chegar. comecei a ficar preocupada, mas a rodoviária era pequena e conseguíamos ver todos os ônibus, perguntamos várias vezes se as pessoas sabiam qual era a plataforma e todas diziam que estávamos no local certo, era o ônibus que não estávamos no local certo, era o ônibus que não estava. O pior é que no dia em que compramos a passagem vimos vários relatos de viagem e optamos por comprar Andesmar. Mas lá, pelo menos em 2013 a operadora de ônibus mais forte é a CATA, o Guichê da CATA estava aberto, o ônibus chegou no horário e todos os locais estavam indo de CATA.

Guichê da Cata - AbertoGuichê da Andesmar fechado!

Guichê da Andesmar fechado e da CATA aberto!

Então, se você está programando para cruzar de Mendoza para Santiago – COMPRE CATA!

Uma hora de atraso depois, o ônibus da Andesmar chegou, UFFAA!! Achei que o sofrimento tinha acabado aí!

finalmente!!

finalmente!!

Eu sou uma pessoa muito desencanada, sem frescuras, mas higiene e agilidade no atendimento é um fator MUST HAVE! Para mim. O ônibus estava limpo, tivemos a sorte em reserva o primeiro assento na parte superior do ônibus de dois andares. O lanche da CATA é muito simples, o pior é quem vc pode levar seu lanche, mas ao cruzar a fronteira entre Chile e Argentina, ele irá ficar por lá, portanto, aconselho a não levar nada mais do que vc vai consumir em 1 hora. Se você deixar no ônibus, até consiga passar com ele, mas o pessoal da fronteira é muito chato, pior que em avião eles olham tudo mesmo.

Vista do ônibus

Vista do ônibus

Vista Mendoza

A vista do primeiro assento é ótima

A vista do primeiro assento é ótima

A Alfandega Chile – Argentina

Imagine um negocio bagunçado e burocrático! Pensou? É a divisa entre Argentina e Chile.  Chegando lá, tem uma FILA de ônibus e carros e todos descem para passar pela imigração. Você tem que entrar em uma fila pra sair da Argentina, e outra pra entrar no Chile. TODOS fazem isso, imagine 3 ônibus na sua frente, 3 Guichês de cada lado, 5-8 minutos cada pessoa, faça as contas de quanto tempo você perde.

Depois disso você pensa – Acabou? Não!!! Eles simplesmente descem todas as MALAS de todos os ônibus e passam em uma esteira, tipo aquela de aeroporto, e colocam um cachorro em cima da mesa para cheirar as MALAS. Loucura total!! o cachorro fica lá cheirando as malas enquanto uns 5 agentes ficam inspecionando as malas! Aí eles simplesmente abrem as malas na frente de todo mundo quando desconfiam de algo. Saldo da revista? Algumas amêndoas e queijos aprendidos de alguns turistas canadenses desinformados, absurdo TOTAL! Sorte, que eu li em vários blogs antes pra não levar nada, mesmo assim comprei um mel com amêndoas, um potinho bem pequeno e eles abriram minha mala pra procurar, mas eu tinha embalado tão bem que desistiram.

Detalhe: Só tem banheiro no lado Argentino, então se vc quer ir, vá qdo chegar, pq se vc cruzar a fronteira, terá que voltar pro lado Argentino pra fazer xixi e terá que passar pela imigração novamente, kkkk

Detalhe: Se vc tem algum tipo de doença que exige supervisão, não vá! Daquele ponto, o único posto médico é depois que vc cruzar as cordilheiras.

Resultado dessa brincadeira: 3 horas parados na Alfandega!

Seguindo o caminho

O resto do percurso é bem legal, mas em Abril 2013 estava em obras. Li que eles fazem um revezamento do lado da pista, para não parar os lados, senão me engano é Mendoza-Santiado durante o dia e Santiago-Mendoza durante a noite. Se informe antes de viajar.

Obras trecho Mendoza-SantiagoObras trecho Mendoza-Santiago

Obras trecho Mendoza-Santiago. Mesmo assim a vista é fantástica!

Cordilheira

Saldo: Como experiência, valeu! mas dá próxima vez, vou optar pelo avião mesmo se for mais caro!

Santiago

O meu problema com Santiago foi ter ido depois de Mendoza. Mendoza é pitoresca, única e cativante, e Santiago é somente uma cidade grande. Claro que, comparado com todas as cidades grandes da América do sul que conheci, Santiago é definitivamente a melhor de todas. Cidade limpa, organizada e todos muito educados.

A cidade é bem estruturada e você consegue fazer tudo de metro, apé ou taxi. Não senti falta de carro.

Optamos por ficar em um apto no bairro de Lastarria, não teve opção melhor.

O apartamento é Lastarria 61, os quartos são gigantes e tudo estava em ordem, só a internet que não funcionava.

Lastarria 61 Lastarria 61 - Quartos
Lastarria 61

O Bairro é muito gostoso, perto das atrações turísticas e bem com cara de Bairro, dificil ter essa sensação em capitais, mas ele tinha um ar de cidade grande com sensação aconchegante.

Lastarria 61 - VarandaNem precisa falar que o meu marido, adorou a VARANDA! Pena que estava muito frio.

Devidamente hospedados, fomos em busca de um almoço, a opção foi o restaurante GATOPARDO. Só pelo nome eu iria nem que servisse qualquer coisa, tudo que tem GATO eu adoro!

Ir pra Santiago e não pedir frutos do mar e não tomar vinho, as vezes parece um sacrilégio, mas o meu marido pediu um Lomo a lo pobre e uma cerveja Kunstmann, enquanto eu pedi um atum maravilhoso.

CevicheAtum com gergelimLomo a lo pobre - chileno

 

 

 

 

 

 

 

O restaurante nem precisa dizer, ótimo ambiente, decoração e atendimento.

Como já era final de tarde, aproveitamos para passear por Santiago, caminhar até a Plaza de Armas e andar pelas ruas sem destino. O legal é que era sábado a noite e o movimento nas ruas estava bem agitado, com o comércio aberto até tarde. O que eu gostei muito de Santiago é que, como o indice de segurança na cidade é alto, ouvi falar, se for mentira me avisem, o comércio fica aberto até as 22:00 e as pessoas saem na rua! Que gostoso, estar andando a noite, vendo pessoas fazerem compras na rua e passearem, tomarem um sorvete, sem medo.

Gostaria muito de um dia, ver isso no Brazil, a economia gira melhor, pois pessoas na rua, comprando, se divertindo, com certeza gastam mais e são mais felizes do que pessoas trancadas em casa com um “falso” toque de recolher.

Bom, saindo da utopia e voltando a realidade. A noite no Bairro Lastarria é a noite! Nem precisa de muito é só descer a escada do apto e ir curtir. Ficamos vendo os artistas de rua e o movimento do Bairro. O único problema é que estava muito cansada e fui dormir cedo. DICA: Não faça isso em um sábado a noite em Santiago! A cidade é boemia e não tem nada aberto no domingo de manhã. É mais fácil chegar as 04:00 do que acordar as 07:00.

Como fiz essa besteira de ir dormir, acordei as 06:00 e nem padaria tinha aberto na cidade. VACILO TOTAL!!

No desespero, recorremos para o único local que imaginávamos estar aberto, o Mercado Municipal. Nossa, foi uma experiência que com certeza nenhum turista passou. Chegar as 06:30 no Mercado Municipal, e ver o local VAZIO com os trabalhadores chegando e o frutos do mar sendo arrumados na bancada.

Como estávamos morrendo de fome, perguntamos para uma senhora muito simpática de uma peixaria, onde poderíamos comer algo, ela nos indicou a lanchonete Pequenes Nilo , lá fomos super bem recebidos, e ao lado dos peixeiros e funcionários do mercado, tomamos o nosso café da manhã.

equeno Nilo

O local é tradição em Santiago, conhecido pela famosa empanada, e está há muitos anos no Mercado.

Café da manhãO café da manhã do Mercado, ovos servido na própria panela, pão e café.

Depois da reviravolta, de conseguir tomar um café e passar por uma  experiência única, começamos o nosso passeio. Domingo é um dia não recomendado para turistas em Santiago, estava praticamente tudo fechado, até museus, portanto fique espero em programar algo que vale a pena, ou marcar a volta para o domingo.

Fotos raras do Mercado Municipal Chileno vazio

Vazio

Vazio

Entrada - vazia as 06:00

Entrada – vazia as 06:00

Que tamanho é esse

Que tamanho é esse

Mercado Municipal

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Conseguimos ir no Museo de Bellas Artes, a principio foi só para preencher o tempo, mas uma exposição do Loró Cairon nos fez imergir na cultura chilena e especialmente de Val Paraiso, ficamos encantados com o artista e seu trabalho e representação Chilena.

Obra de arte com camisas

Obra de arte com camisas

Exposição Loro Coíron

Exposição Loro Coíron

Exposição Loro Coiron

Exposição Loro Coiron

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Resolvemos caminhar pelos Bairros El Golf, passeando pela Avenida Providencia, só conhecendo mesmo.

Na volta, almoçamos no mercado, queria muito comer aquela lagosta , mas não queria no mercado. Como cheguei a conclusão que era meio exagerado a lagosta, igual ao sanduíche de mortadela do Mercado Municipal de SP, fiquei com o caldo de frutos do mar mesmo, e estava ótimo

IMG_0402Eu não me lembro o nome desse prato! Se alguém lembrar me avise, please! mas estava uma delicia 🙂

No dia seguinte, decidimos ir pra ValParaiso, estava tão empolgada com a visão do Loro Caíro de Val Paraiso, que me decepcionei muito.

A ida para ValParaiso é fácil, pegue o metro até a estação rodoviária, Lá saem ônibus de hora em hora para ValParaiso, a viagem dura 1h30m. No verão falam que é importante já comprar a volta e reservar horário, mas em Abril estava tranquilo.

A cidade é suja, desorganizada, com milhares de cocos de cachorro pelo chão, os bondes que sobem os morros estão totalmente acabados. Isso me deixa muito frustrada, igual muitas cidades aqui no Brasil, um lugar com enorme potencial e nada de recursos e empenho dos cidadãos.

Esse deve sofrer com tanto cachorro na rua

Esse deve sofrer com tanto cachorro na rua

Algumas casas são assim, bonitas

Algumas casas são assim, bonitas

A pintura é um diferencial no local

A pintura é um diferencial no local

ValParaiso ValParaiso

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Recomendo? Eu sinceramente não sei se recomendo, li muitos relatos de AME ou ODEIE, a experiência é realmente de cada um, mas deixo uma dica, se for vá em um dia com bastante sol e um mapa da cidade na mão, pois tive que pedir um em um Hotel Ibis pq na rodoviária não tem.

Se você for especificamente nas ruas turísticas, vai achar maravilhoso. Mas se vc se perder, vai ver muita coisa feia como eu vi.

A casa de Pablo Neruda é fechada na segunda-feira.

Tem que ter pique, o sobe e desce de morro, exige um com condicionamento.

A minha conclusão é que vc tem que fazer muito, mas muito esforço mesmo pra achar o lugar legal. Tem que estar muito empolgado com a viagem.

Voltamos para Santiago mas cedo do que o previsto. Ainda deu tempo de passear no Cerro de Santa Luzia e terminar o role em uma tarde de sol em Santiago.

DSC01733 DSC01741 DSC01751

 

 

 

 

 

DSC01753

 

Fim da viagem e mais um check na lista de lugares para conhecer!

5 comentários sobre “Viagens – Mendoza e Santiago

  1. Ronaldo disse:

    Olá, muito obrigado pelas dicas. Estarei lá no final de Setembro, ma no meu caso irei para Santiago e de lá partirei de ônibus até Mendoza, vou ficar 4 dias em Mendoza e depois retorno ao chile para voltar ao Brasil. Minha dúvida é a seguinte: Posso trazer garrafas de vinho de Mendoza para Santiago ? O Pessoal da Alfandega do chile permite ?

    • Olá Ronaldo, Obrigada pelos comentários, pode sim trazer garrafas de vinho, mas senão me engano tem um limite de 12 garrafas. O que é proibido mesmo são frutas, vegetais frescos, comida em geral é bom não levar. Boa Sorte!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s